quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Deputado Léo Cunha garante Ceasa para Imperatriz

O deputado estadual Léo Cunha (PSC) subiu à tribuna durante sessão plenária da Assembleia Legislativa na terça-feira (14), onde confirmou a implantação de um Centro de Distribuição de Hortifrutigranjeiros (Ceasa), em Imperatriz.
O deputado explicou que decisão foi anunciada na última semana, durante encontro em Brasília com o senador federal, Roberto Rocha (PSB), onde garantiu que o município da região Tocantina será beneficiado com a implantação da Central. “O senador esteve reunido com o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, que determinou que o procedimento de implantação fosse iniciado”, ressaltou.
O deputado Léo Cunha informou que o prédio onde funcionará o novo Ceasa será no antigo imóvel que abrigava a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). “Esse prédio tem toda estrutura para receber esse investimento do Governo Federal, para nós, imperatrizenses, é um orgulho e uma grande satisfação, pois as produções da região hortifrutigranjeira serão beneficiadas na nossa cidade onde haverá mais controle de distribuição”, disse.
A luta do deputado Léo Cunha pela implantação do Ceasa na cidade já é antiga, em 2008, o parlamentar solicitou ao então governador, Jackson Lago (PDT) e Secretaria de Agricultura e Obras, por meio da indicação de número 596/08, um estudo para viabilizar a construção do Ceasa na cidade. Já em 2011, o deputado se dirigiu a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) também por indicação (169/11) para novamente tratar sobre a construção do Centro de Distribuição.
Em 2015, foi a vez do parlamentar solicitar ao governador Flávio Dino (PC do B) a construção do Ceasa no município com mais uma indicação (036/15). “Sempre tratei o Ceasa como uma das prioridades para o nosso povo, essa implantação é de suma importância para os agricultores, comerciantes, para a população de Imperatriz e em toda a região Tocantina, tendo em vista que a cidade fica em região de alta produção agrícola. Acompanharei de perto todo o processo de implantação”, afirmou.

A imagem pode conter: 1 pessoa

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Herança maldita!

O editor do portaldoguigui recebeu uma denuncia de uma leitora assídua do portal, aonde aponta algumas precariedades no Hospital Municipal de Imperatriz-MA. O povo tá morrendo a míngua por falta de atendimento útil e medicamentos básico! Isso é um reflexo da Administração passada que por sinal já está sendo investigada pela Câmara Municipal de Imperatriz.
Na ultima sessão da Câmara na quinta feira passada dia (9), o Vereador Rildo de Oliveira Amaral (SD) relatou que o ex diretor do HMI o (Socorrão) de Imperatriz o sr. Ricardo Matos, deveria urgentemente ser investigado pela Polícia Federal! Rildo Amaral ainda acrescentou dizendo: ” EU CREIO QUE O EX DIRETOR DO HOSPITAL MUNICIPAL O SR. RICARDO MATOS AINDA VAI SER PRESO PELA POLÍCIA FEDERAL”
Na primeira visita da comissão de saúde da Câmara de Imperatriz ao (HMI), foi constatado in loco a falta de utensílios básico de saúde. Ex: Esparadrapos,luvas,falta de efetivo necessário de enfermeiros e dentre outras irregularidades. Tudo isso é reflexo da grande falta de compromisso com o dinheiro público da gestão passada, que está correndo o grande risco de ter vários dos seus membros investigados e presos.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Prefeito Assis Ramos e deputado João Marcelo garantem a permanência de voos da Latam em Imperatriz

O prefeito Assis Ramos determinou ao Secretário de Governo, Marlon Moura, que encaminhasse ofícios aos deputados federais e senadores que têm interesse pela região de Imperatriz, esclarecendo que não é por falta de passageiros que a cidade está perdendo metade dos voos de uma só companhia.

“Se temos passageiros em abundância e ainda assim a Latam está tirando os voos, é porque outras cidades, com maior poder de influência política, podem estar reivindicando aumento de suas frequências. Por isso precisamos, agora, de uma resposta dos nossos representantes”- advertiu.

Os apelos deram certo e através de gestões do deputado federal João Marcelo Souza (PMDB – MA), a Latam manterá os dois voos diários para Imperatriz. Após a solicitação do prefeito Assis Ramos, João Marcelo interviu, e articulou, junto à companhia, onde conversou com a gerente de Relações Institucionais e Sustentabilidade Adriana Vera e Silva. Esteve em contato com o secretário de Aviação Civil, Dario Lopes, com o diretor-presidente da ANAC, José Ricardo Botelho e, através da sua assessoria, com o Superintendente de Operações da INFRAERO, Marçal Goulart Rodrigues.

A Latam justificou que estava realizando mudanças na sua malha viária e que o aeroporto não dispunha de infraestrutura para receber voos durante a madrugada. Com o apelo de João Marcelo, já que a região ficaria penalizada sem voos dessa companhia aérea, a INFRAERO, a ANAC e a Secretaria de Aviação Civil comprometeram-se em manter o aeroporto em funcionamento permitindo pousos e decolagens por volta das 3h30. Imperatriz não será penalizada, a Latam manterá dois voos diários para a cidade.

João Marcelo denunciou ontem, em sessão plenária da Câmara Federal, o possível risco de interdição do aeroporto “Prefeito Renato Moreira” de Imperatriz – MA.

“A interdição, e um possível fechamento, deste aeroporto causaria danos irreversíveis à economia e à sua população. A redução ou um provável cancelamento de voos para Imperatriz afetaria não somente a segunda maior cidade do Maranhão como também todo o sul do Estado e os Estados vizinhos (Tocantins, Pará e Piauí). Jamais poderíamos deixar isso acontecer”, concluiu João Marcelo.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Prefeitura de Imperatriz vai dar início operação tapa buracos

Em decorrência do intenso período chuvoso, os buracos praticamente se multiplicaram nestas últimas semanas em Imperatriz, situação que levou a Prefeitura Municipal e o Governo do Estado a ampliarem os serviços da “Operação tapa-buracos”.
De acordo com o secretário municipal de Infraestrutura (Sinfra), Francisco Pinheiro, o trabalho consiste na recomposição da malha asfáltica de ruas e avenidas que foram danificadas pelas chuvas e que dificultam o tráfego de veículos nas principais vias de acesso aos bairros de Imperatriz.
“Vamos definir, também, em reunião com a equipe de engenharia da construtora Terramata, os serviços de contenção das grandes erosões que impedem o acesso de veículos”, disse ele, ao citar os pontos críticos da rua Euclides da Cunha, no Jardim São Luís, e no cruzamento da rua Maranhão com a Avenida Santa Tereza, no Centro.
Ele informou ainda que os técnicos realizaram levantamento das vias danificadas dos bairros, incluindo no cronograma da “Operação tapa-buracos” que será dinamizada a partir da próxima segunda-feira, dia 30. Ação tem a finalidade de reduzir os transtornos e os problemas causados pelos buracos.
O secretário reiterou que o trabalho priorizará as ruas de maior tráfego, especialmente aquelas utilizadas pelo transporte público, mas toda a cidade será contemplada, conforme o cronograma definido pela Secretaria Municipal de Infraestrutura.
Francisco Pinheiro justificou ainda que o município abriu processo de licitação para recuperação de vias urbanas, porém ressalta que o trabalho emergencial está sendo feito em parceria com o Governo do Estado.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Flávio Dino, um governo de gambiarras!



Durante a campanha para governador, Flávio Dino disse que "resolveria o probrema da falta de água no Maranhão", já se passaram mais de dois anos de governo e fez foi piorar. 

A cidade de Imperatriz vem sendo penalizada com a falta de água nas torneiras, provocada pela incompetência do governo e a falência da Caema.

A obra de rede de esgoto que vem sendo realizada no bairro Parque do Buriti vem arrebentando as ruas e um tratorista desastrado perfurou um cano de aço com uma retro-escavadeira.

A construtora responsável pela obra parece ser de fundo de quintal.


quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Flávio Dino toca fogo no dinheiro dos maranhenses



2017 vem aí e com ele mais impostos para os maranhenses. Não bastasse o sofrimento com as despesas no início de cada novo ano, o cidadão vai arcar com aumentos gerados pelo incremento do ICMS sancionado pelo governador Flávio Dino.
Preços do combustível, da telefonia, TV a cabo, vão sofrer reajustes porque o governador não consegue conter os gastos dentro do seu próprio governo. Poderia cortar por exemplo o escritório de advocacia Ítalo Azevedo do Detran, contratado ilegalmente, sem licitação, além de outros escritórios aliados contratados para assessoria jurídica que levaram nada menos que R$ 15,8 MILHÕES este ano.
Poderia cortar, por exemplo, as viagens de jatinho que em UM ANO Flávio Dino já gastou R$ 7 MILHÕES apenas com uma empresa, mais que o governo anterior com algo que ele disse que nunca iria utilizar, tamanha sua hipocrisia. Poderia cortar os gastos com propaganda que ele aumentou o orçamento do ano que vem e vai gastar R$ 58,9 MILHÕES para a secretaria que Márcio Jerry comanda.
Poderia também economizar no aluguel de prédios como o da Vigilância Sanitária no valor de R$ 135 mil por mês, que não comporta todo mundo, sem estacionamento suficiente, ainda assim de vários aluguéis Flávio Dino pagou este ano R$ 9,6 Milhões.
E não posso esquecer, poderia economizar também no réveillon já que o Maranhão está na crise e aqui ele vai pagar para sua colega de partido Leci Brandão (PCdoB-SP) R$ 55,2 mil só para cantar uma noite, onde quis privilegiar mais a sua partidária que as atrações que o povo realmente gosta. Mas como bancar esses gastos desnecessários, privilegiar os amigos e a militância? Claro, a população vai pagar a conta pra Flávio Dino, para isso que servem os impostos que o governo arrecada e não aplica onde deveria e precisa.
Fonte: Gilberto Lêda

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Para onde foi o dinheiro da cultura em Imperatriz?



Como é possível a gestão Municipal de Imperatriz-MA se vangloriar de uma Lei que não existe na prática? Ou se existe para onde está indo esse recurso?

Entenda o caso:
Em Imperatriz que tem como secretário da Fundação Cultural o Sr. Lucena Filho, existe uma lei que cria o Fundo de Incentivo a Cultura. Desde inicio de 2014.
Pela lei 0, 8 % do Imposto sobre circulação de qualquer natureza (ISSQN) e 1% do Imposto sobre transmissão de bens e Imóveis (ITBI) serão utilizados para fomentar projetos de Cultura e Arte.
O montante injetaria cerca de 600 a 700 mil por ano na economia da cidade pois teria como meta dar suporte aos projetos dos artistas da cidade e promovedores da Cultura.
Como se vê, a Lei existe mas não funciona. No suplemento do jornal de hoje, a lei aparece como se desse a entender que está sendo cumprida.
Então para onde está indo o recurso da Cultura?
Fonte: CarlosLeen

De sonegador a patrocinador do Carnaval! O que será que aconteceu?

Alguma coisa mudou no intervalo da acusação de que o grupo Mateus tinha sido beneficiado pela chamada “Máfia da Sefaz” – suposto esquema de desvio de recursos de impostos desbaratado pela Secretaria de Transparência do governo Flávio Dino (PCdoB) – e as festas de fim de ano promovidas pelo mesmo governo comunista.
O fato é que, de uma hora para outra, o Mateus passou de suspeito de sonegação a patrocinador do Reveillon do Maranhão, promovido por Flávio Dino.
Ao fatos:
No final de outubro, o promotor Paulo Barbosa Ramos, da Promotoria de Defesa da Ordem Tributária, apresentou denúncia contra a chamada “Máfia da Sefaz” – que tem sérios indícios de ter sido montada pelo próprio governo – e apontou que o Mateus foi um dos beneficiários do esquema.
Segundo Barbosa, a Sefaz beneficiou o grupo empresarial com créditos fiscais fraudulentos da ordem de quase R$ 50 milhões, desde 2013. (Leia aqui)
A denúncia do procurador gerou forte repercussão na imprensa e o próprio Grupo Mateus se pronunciou, afirmando a “legalidade de suas operações fiscais”(Releia aqui)
Desde a resposta do grupo, o assunto parece ter sido esquecido pelo governo Flávio Dino, que, dias depois, apareceu serelepe na inauguração do Mix Mateus Renascença, ao lado do próprio capitão do grupo, Ilson Mateus.
E ainda declarou, convicto:
– O grupo Mateus, um dos maiores do estado, ajuda a desenvolver o Maranhão. (Leia post aqui)
E agora, eis que o mesmo Mateus aparece como patrocinador do governo Flávio Dino no Reveillon do Maranhão, que trará, entre outros artistas, a deputada estadual comunista de São Paulo, Leci Brandão. (Saiba aqui)
Fica no ar a impressão de que alguma coisa mudou entre outubro e dezembro.
Mas este não é mesmo o governo da mudança?!?
Fonte: Marco Deça

Prefeito Madeira vai entregar uma cidade bagunçada para Assis Ramos

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé, planta, árvore, atividades ao ar livre e natureza

No governo do prefeito Madeira Imperatriz virou uma terra sem dono, onde cada um fazia o que bem queria, a começar pelas secretarias de governo que se transformaram em sub-prefeituras com os secretários se tornando sub-prefeitos. Ruas foram invadidas, quarteirões foram murados, riachos foram aterrados, tudo sob a anuência do governo que praticamente nada fez para impedir os desmandos.

Já no apagar das luzes um espertalhão começou a fazer um muro invadindo a rua que dar acesso a Facimp, foi necessário a intervenção de pessoas ligadas ao prefeito que vai assumir em 1º de janeiro, Assis Ramos, solicitando ao chefe da Defesa Civil, Chico do Oião, que fosse até o local e evitasse mais esse desrespeito com a coisa pública. O muro foi derrubado e construído no local correto.

Presidente de sindicato diz que "Madeira deu uma rasteira nos servidores"

A presidente do sindicato da saúde de Imperatriz em entrevista ao apresentador da TV Difulsora Sul , Josafá Ramalho declarou: (O prefeito de Imperatriz-MA Sebastião Madeira em mais uma de suas manobras de má fé, deu uma rasteira nos servidores da saúde pública). Janete enfatizou que ate o presente momento foram pagos alguns servidores, e que falta muita coisa pra ser acertado com os mesmos.

O jornalista Josafá perguntou o que tava faltando e quem não recebeu os benefícios, e a Presidente respondeu que os servidores que trabalham no Hospital Municipal, Samu e o Materno Infantil não receberam o que deveriam por direito. Outrossim, é que os seletivados da saúde estão com três meses de salários atrasados. Uma vergonha para a gestão pública que não se programou e cometeu esses crimes, e deixou vários Pais e mães de família desguarnecidos. Sobre os vales alimentação ela disse que não recebeu nenhuma resposta da prefeitura, e que ninguém recebeu “nadicadenada” em suas contas.
Josafá Ramalho completou no fim da entrevista dizendo: (O PREFEITO SABE QUE TEM QUE PAGAR O 13* SALÁRIO DE TODOS OS SERVIDORES, E POR QUE NÃO SE PROGRAMOU PARA REALIZAR ESSE COMPROMISSO QUE É DIREITO GARANTIDO POR LEI PARA OS SERVIDORES MUNICIPAIS).
Fonte: Portal do Guigui

Desperdício do dinheiro público no Maranhão vira notícia nacional

O Jornal Nacional mostrou ontem, dia 28, que o VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) continua abandonado em São Luís-MA. Na reportagem, o apresentador William Bonner disse que é “um investimento que seria solução de transporte público no Maranhão, acabou virando exemplo de desperdício.”
Os dois vagões do VLT estão jogados ao relento. O que seria para atender 200 mil pessoas por dia, nunca levou ninguém a lugar nenhum. Ficou só no sonho.
Os apresentadores William Bonner e Renata Vasconcellos
Os apresentadores William Bonner e Renata Vasconcellos
O VLT foi comprado em julho de 2012 pelo então prefeito João Castelo (já falecido), dois meses antes das eleições municipais, sem análise técnica para o projeto ou previsão orçamentária.
O projeto previa que fossem construídos 13 quilômetros de trilhos ligando a região central de São Luís ao bairro do Anjo da Guarda. Mas apenas 800 metros foram colocados. A obra consumiu quase R$ 8 milhões dos cofres públicos.
Após as eleições de 2012, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) alugou um galpão para guardar o VLT. Foram gastos mais de R$ 400 mil com aluguel.
A prefeitura informou que um projeto para colocar o VLT em circulação está em análise no Ministério das Cidades.
Clique e veja a reportagem na íntegra:
Fonte: Luís Pablo